quinta-feira, 6 de junho de 2019

Uma mente brilhante

Uma mente brilhante

Ano: 2001

Nacionalidade: EUA

Gênero: Drama / Biografia

Direção: Ron Howard

Com: Russell Crowe, Ed Harris, Jennifer Connelly

Sinopse: John Forbes Nash Jr. (Russell Crowe) é reconhecido como gênio da Matemática aos 21 anos. Cedo, casa-se com uma bela mulher, mas logo começa a apresentar sintomas de esquizofrenia. Após anos de luta contra a doença, ele consegue retornar ao convívio da sociedade e acaba ganhando o Prêmio Nobel.



Comentário: Um filme emocionante e envolvente, vencedor de vários prêmios, inclusive 04 Oscars. Abordando a questão da esquizofrenia, mostra as dificuldades, os problemas e a convivência com as pessoas que sofrem desta enfermidade, bem como da luta e da superação do esquizofrênico para ter uma vida normal. Aliás, percebe-se a relação da esquizofrenia com mediunidade e processos obsessivos. Vale a pena conferir!





segunda-feira, 27 de maio de 2019

A musicoterapia nas Casas Espíritas

Crônica de Almir Paes no Blog EspiritualMente

Certa vez, fui visitar uma amiga que estava internada num hospital. Quando cheguei no quarto em que ela estava, tinha um rapaz cantando e tocando violão magnificamente.

Perguntei a minha amiga se aquele rapaz era algum amigo ou conhecido dela. Ela disse que era uma terapia alternativa e opcional do hospital.

Este tipo de terapia, ou melhor, a musicoterapia já é uma realidade em hospitais, clínicas etc. Podemos dizer que é a utilização da música no tratamento de problemas de saúde, bem-estar e qualidade de vida, num contexto social e clínico. A música exerce um efeito positivo, já comprovado cientificamente, na imunidade das pessoas. Ela alegra, levanta o astral, provoca o prazer em viver.

Na instituição religiosa que faço parte - o Educandário Espírita Joana D'Arc - temos um trabalho de musicoterapia há muitos anos. O nome da nossa banda é Banda Procurando Ritmo, composta por alguns trabalhadores da nossa instituição. 

Crônica de Almir Paes no Blog EspiritualMente
Banda Procurando Ritmo

No segundo sábado de cada mês, nós visitamos abrigos de idosos, casas de passagem e orfanatos levando, além da música, alegria, carinho e atenção para esses locais.

Crônica de Almir Paes no Blog EspiritualMente
Visita a um abrigo

Em um desses sábados, quando estávamos visitando o Abrigo Espírita Batista de Carvalho, localizado no bairro de Jardim São Paulo em Recife/PE, a coordenadora da instituição, Tereza da Hora, fez este depoimento:

- Quando vocês vêm com a música, o carinho e a atenção, as idosas adoecem menos, brigam menos, alimentam-se melhor, tem mais saúde!

São tantos casos de pessoas que se beneficiaram com o nosso trabalho que ficaríamos o dia todo contando essas histórias!


Almir Paes no Blog EspiritualMente
Almir Paes
O Cronista da Alma



 Para ler outros textos de Almir Paes, clique aqui!



sexta-feira, 24 de maio de 2019

Acredite em dias melhores


Texto de Nilton Moreira no Blog EspiritualMente

Procuramos dias melhores, que as coisas aconteçam sempre positivamente com um final feliz para todos que nos cerca, principalmente para aqueles que amamos. Para tanto, tem uma gama de pessoas que procuram nos locais religiosos, templos, igrejas e capelas, a harmonia desejada. Outros buscam ajuda em consultas com pessoas que propõem soluções rápidas e até mágicas. Tem ainda aquelas que vão a ambientes de relaxamento corporal para ali conseguir alívio para as tensões, enquanto que outras se dirigem a retiros espirituais e até se isolam do mundo por muito tempo em meditação profunda.

Tudo isso são medidas que realmente mexem com o psíquico e, de fato, podem trazer algum benefício, pois acima de tudo está nossa mente que tem o poder de fazer com que a matéria orgânica, que é o nosso corpo, produza substâncias que vão proporcionar uma melhora, desencadeando assim um bem-estar geral.

Nossa mente está mergulhada em ondas hertzianas e quando emitimos pensamentos bons, salutares, vibramos numa frequência onde encontra-se esse tipo de energia. É nesse ambiente invisível que também estão envoltos os Benfeitores Espirituais de maior elevação. São esses espíritos amigos que, quando permitimos em razão de nossa conduta entrarem em contato conosco, nos ajudam na feitura de melhores dias e na solução de nossos problemas.

Jesus nas suas exemplificações dizia que "pedi e obtereis, buscai e achareis". Devemos fazer tudo que é possível para nossa melhoria. E se empreendermos toda força possível para fazer merecer o que almejamos, realmente haverá mudanças.

Mas devemos considerar também que nem tudo que buscamos ou pedimos nos será concedido efetivamente, pois que Deus só permite que algo aconteça da maneira que queremos quando realmente merecemos ou se esse algo possibilitará nosso crescimento espiritual. Não raro, o que pedimos não é bom para nós ali adiante e como somos ainda imperfeitos perante o Criador, sempre desejamos que as coisas se processem da maneira mais cômoda e, geralmente, esta não é a visão que Ele tem para conosco.

Ao emitirmos bons pensamentos, adotarmos um estilo de vida comprometido com o comportamento mais correto possível, preocuparmo-nos com o próximo e sempre vivenciar a fé que demonstramos nas casas de orações, vamos canalizar energias necessárias que vão melhorar a saúde do nosso corpo físico e harmonizar nosso corpo astral, ocasionando agrado a Deus. A cada existência vamos compreendendo tudo isso e colocando em prática o que possibilita a evolução.

O Evangelho de Jesus não é um ensinamento que vamos absorver em uma única existência planetária. Vão se passar várias encarnações e o espírito vai sempre se deparar com as lições evangélicas e, aos poucos, através da prática no bem, vai ficando cada vez melhor. Se olharmos para o nosso passado, veremos que já progredimos muito moralmente e que hoje somos melhores. Já desenvolvemos a capacidade de não só traçarmos diretrizes para nossos filhos, como também dar a eles o exemplo das boas práticas. A modificação do comportamento moral é algo difícil de trabalhar, mas é algo que devemos perseguir e avançar. Quanto mais nos elevarmos nos ensinamentos espirituais, menos nos incomodarão as imperfeições materiais terrestres.

Energia a todos!

Nilton Moreira no Blog EspiritualMente
Nilton Moreira



Para ler outros artigos de Nilton Moreira, clique aqui!



quarta-feira, 22 de maio de 2019

Proteção às borboletas



Proteção às borboletas
(Benito Di Paula)

Eu sou como a borboleta
Tudo o que eu penso é liberdade
Não quero ser maltratado
Nem exportado desse meu chão
Minhas asas, minhas armas
Não servem pra me defender
As cores da natureza pedem ajuda pra eu sobreviver
Você que me vê voando
Como a paz de uma criança
Você sabe a minha idade
Eu sou sua esperança
A ordem da humanidade não deve ser destruída
Quando eu voar me proteja
Sou parte da sua vida.


terça-feira, 14 de maio de 2019

Vida de uma mãe de autista

Texto de Almir Paes no Blog EspiritualMente

Mãe de autista está sempre a mil por hora. O autista é hiperativo.

Mãe de autista, geralmente, não tem tempo para ela, para o marido...

Mãe de autista é assim: acorda cedo, quando o filho não a acorda pela madrugada. Leva o filho na terapia e fica por lá até às 12 horas. Depois, leva o mesmo a escola e vai buscá-lo no final da tarde.

Ainda tem as crises do filho que ela tem de administrar. Isso, sem contar as longas e intermináveis atividades domésticas.

Ainda tem a faculdade, as tarefas religiosas e o relacionamento familiar e social.

Esse é um pequeno resumo da vida de Luciane Maria de Melo Paes, minha esposa e mãe de Clarice Maria de Melo Paes, nossa filha. Clarice é portadora do Transtorno do Espectro Autista (TEA).

Mesmo com tudo isso, Luciane é uma pessoa alegre, descontraída e está sempre com muita energia para conviver com este cotidiano. Ela também é grata por ter uma filha tão linda como Clarice, um diamante bruto a ser lapidado.

Luciane sorri da vida, das pequenas coisas do dia a dia. Está sempre cansada, devido às inúmeras e múltiplas atividades, mas dela exala um bom humor admirável. É uma verdadeira guerreira e sempre combatente em prol do bem estar da filha. 

A felicidade de Clarice é a felicidade dela.

O sorriso de Clarice (parece com o dela) é um presente divino para ela.

Luciane está sempre pesquisando, estudando, fazendo cursos referentes ao mundo do Autismo. Qualquer avanço no desenvolvimento de Clarice, por pequeno que seja, é comemorado com altivez e com festa.

Só quem sabe o amor que Luciane tem por Clarice é quem convive diariamente com ela.

Desta forma, homenageio Luciane e todas as mães em geral, de autistas ou não. 

Que Deus as abençoem, concedendo a todas elas muita saúde, energia, alegria e discernimento para educar e acompanhar seus filhos(as)!


Almir Paes o Cronista da Alma
Almir Paes
O Cronista da Alma




Para ler outros textos de Almir Paes, clique aqui!



sexta-feira, 10 de maio de 2019

Livros não-espíritas que os espíritas precisam ler


Sugestão de livro do Blog EspiritualMente
Livro

Sugestão de livro do Blog EspiritualMente
Trecho do livro

Publicado originalmente no ano de 1647, na Espanha, A arte da prudência foi escrito por Baltasar Gracián com o intuito de oferecer aos homens do seu tempo um guia para ajudá-los a se desemaranhar dos labirintos das intrigas, das dúvidas e das maledicências cotidianas.


*          *          *

Sugestão de livro do Blog EspiritualMente
Livro

Sugestão de livro do Blog EspiritualMente
Trecho do livro

Epicteto acreditava que a meta principal da Filosofia é ajudar as pessoas comuns a enfrentar positivamente os desafios cotidianos e a lidar com as inevitáveis perdas, decepções e mágoas da vida. A arte de viver prega a liberdade e a tranquilidade interiores e demonstra que virtude e felicidade são estados estreitamente relacionados.


*          *          *


Sugestão de livro do Blog EspiritualMente
Livro

Sugestão de livro do Blog EspiritualMente
Trecho do livro

Um piloto cai com seu avião no deserto e ali encontra um garotinho. Ele diz ter vindo de um pequeno planeta distante. E nesta convivência com o piloto perdido, os dois repensam os seus valores e encontram o sentido da vida. Com essa história mágica, sensível e comovente, o escritor francês Antoine de Saint-Exupéry criou um dos maiores clássicos da literatura universal. O Pequeno Príncipe é um livro que empolga crianças e adultos com ensinamentos inesquecíveis e mensagens de otimismo, simplicidade e amor.


*          *          *


Sugestão de livro do Blog EspiritualMente
Livro

Sugestão de livro do Blog EspiritualMente
Trecho do livro

Combinando conceitos do Cristianismo, do Budismo, do Hinduísmo, do Taoísmo e de outras tradições espirituais, Eckhart Tolle elaborou um guia de grande eficiência para a descoberta do nosso potencial interior. O livro nos ensina que viver no agora é o melhor caminho para a felicidade e a iluminação, levando-nos a tomar consciência dos pensamentos e emoções que nos impedem de vivenciar plenamente a alegria e a paz que estão dentro de nós mesmos.


*          *          *

Sugestão de livro do Blog EspiritualMente
Livro

Sugestão de livro do Blog EspiritualMente
Trecho do livro

Os pais e os professores lutam pelo mesmo sonho: tornar seus filhos e alunos felizes, saudáveis e sábios. Mas nunca estiveram tão perdidos na árdua tarefa de educar. Neste livro, Augusto Cury apresenta ferramentas para promover a formação de pensadores, educar a emoção, expandir os horizontes da inteligência e produzir qualidade de vida.


*          *          *

Sugestão de livro do Blog EspiritualMente
Livro

Sugestão de livro do Blog EspiritualMente
Trecho do livro

O filósofo e educador Mário Sérgio Cortella publica um texto envolvente sobre as inquietações do mundo corporativo e da própria existência. O autor desmistifica conceitos e pré-conceitos, e define o líder espiritualizado como aquele que reconhece a própria obra e é capaz de edificá-la, buscando incessantemente o significado das coisas.


*          *          *

Sugestão de livro do Blog EspiritualMente
Livro

Sugestão de livro do Blog EspiritualMente
Trecho do livro

Dois ratinhos e dois homenzinhos vivem em um labirinto em busca de queijo - uma metáfora para o que se deseja ter na vida, de um bom emprego à paz espiritual. Um deles é bem sucedido e escreve nos muros do labirinto o que aprendeu com sua experiência. Quem mexeu no meu queijo? é uma parábola que revela verdades profundas sobre um dos maiores temores do ser humano: a mudança.


*          *          *

Sugestão de livro do Blog EspiritualMente
Livro

Colocando lado a lado trechos transcritos dos livros sagrados de cada religião, Jeffrey Moses comprova a profunda "unidade" do espírito humano, demonstrando que nossas divergências são superficiais e nossas semelhanças bem significativas. A comparação dessas crenças nos faz questionar o motivo de tantos conflitos e nos conscientiza da importância da harmonia e do respeito entre os seguidores de todas as religiões.




segunda-feira, 6 de maio de 2019

Do plantio e da colheita

Texto de Franklin Callado no Blog EspiritualMente

Olhar a vida como algo fútil e sem sentido é extremamente danoso e também perigoso. Um agravante e que não soluciona nada é procurar alhures, em outro lugar, o que é prerrogativa de cada um, na intimidade do seu ser, onde está o que realmente somos e o que viemos a ser.

Todos os dias o sol banha a terra com luz e calor e é saudado pelos passarinhos como um lembrete da presença da vida em toda parte, lembrete que também somos vida, presente no todo e cada um de nós tem sua nota no concerto cósmico da grande orquestra que move os mundos, do tropismo das pedras, passando pelo longo sono da vegetação, passando pela agitação dos animais e no cume das espécies, após muito tempo evolutivo, no homem...

Fazemos parte da espécie humana. Foi nos dado o poder de discernir qual o nosso papel no grande concerto da vida. Como Sócrates perguntou: "Como devemos agir?". E perguntamos: "Como devemos pensar? O que fazer com a dádiva da vida?".

Podemos discernir que, somado ao privilégio da vida, escolhemos a atitude com todos os nossos irmãos de jornada, da erva do campo, de todas as manifestações da natureza, passando pela constelação familiar, pelos amigos e conhecidos, pelos anônimos pelos quais passamos, devendo manter a ideia de que somos irmanados a toda forma viva e assim irmanados como todos os outros seres humanos.

Toda vida é interdependente. Um fóton parte do sol e impressiona os cloroplastos de uma folha verde da vegetação que produz o oxigênio que respiramos. O sol, a vegetação, nós, elementos vitais da existência física, não estamos separados. É um sistema vivo que cobre nosso orbe. Somos vida, parte da vida, do todo. Somos criaturas conscientes. O bem ou o mal que fazemos é como o plantio. Se plantarmos frutos doces, colheremos doces frutos, se plantarmos frutos amargos, colheremos amargos frutos. A semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória.

Como disse o Mestre Jesus (Mateus 7:18), "pelo fruto conhecereis a árvore. Uma árvore boa não pode dar maus frutos assim como uma árvore má não pode dar bons frutos".

A queda do homem está em seu orgulho, egoísmo e vaidade. Como pode o homem amar seu semelhante como irmão se o vê como um rival ou como um competidor, sem compreender-lhe a diferença? Somos todos diferentes e é fundamental aceitar isto.

"Amai os vossos inimigos", propôs o Mestre Jesus (Mateus 5:44). Precisamos olhar para os nossos irmãos com compreensão, não julgar, pois seremos julgados na mesma medida (Mateus 7:2). O Evangelho é o melhor instrumento possível a fazer em nosso mundo.

Além do Evangelho, estão os puros espíritos do Senhor, mentes para nós inconcebíveis em seu amor e bondade. O mais perto que podemos chegar a este amor é o amor de mãe, que tudo perdoa e compreende. Além está o inefável amor de Jesus, o maior espírito que já pisou no orbe. Não foi compreendido em sua passagem pela carne e é pouco compreendido ainda hoje. Rituais convencionais do mundo não são o bastante para galgarmos melhores patamares de progresso.

Como diria Sócrates: "Conhece-te a ti mesmo". Há em cada um de nós potencialidades que desconhecemos. Estamos fadados ao bom, ao belo e ao puro, mas tudo ao seu tempo. Em toda parte, há irmãos que sofrem física e espiritualmente. Vamos ao encontro deles, pois cada espírito, encarnado ou desencarnado, amparado por nós, é um amigo na eternidade e crédito divino.

Um dos grandes males de nosso tempo é a indiferença para com nossos irmãos de jornada. Estejamos atentos e despertos e, de forma oportuna, exerçamos a caridade, pois haverá sempre testemunhas de nossas obras.



Uma colaboração de Franklin Callado
Enviado por Reinaldo Di Bernardi