sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Entrevista: Nilton Moreira

Entrevista no blog EspiritualMente

Nilton Cardoso Moreira

Inspetor de Polícia aposentado, colunista, natural de Pelotas/RS, com formação em Eletrônica.
É trabalhador e palestrante espírita.
Sua coluna "Vida Além da Vida" é publicada em vários jornais em circulação no Brasil e em portais da internet, abordando diversos assuntos envolvendo a fé à luz da Doutrina Espírita.



*          *          *



EspiritualMente - Como você conheceu o Espiritismo? Qual a importância desta Doutrina em sua vida?

Nilton - Conheci em razão da amizade com um colega de trabalho, cuja família era espírita na cidade de Pelotas/RS, quando eu tinha 17 anos de idade, cuja mãe dos meus amigos, Sra. Diosma Nunes, fundara o Instituto Espírita Lar de Jesus. O Espiritismo para mim é a base para viver.


EspiritualMente - Você mantém uma Coluna intitulada Vida Além da Vida em vários jornais em circulação do Brasil como também em portais da internet. Seus artigos são bastante esclarecedores e procuram simplificar os postulados espíritas. Como você percebe atualmente a recepção e a compreensão das pessoas, principalmente daquelas que dizem não ser espíritas em relação ao Espiritismo?

Nilton - As pessoas que gostam de ler periódicos acompanham meus artigos e alguns já disseram gostar. Porém, no meio espírita, os irmãos não demonstram o valor das publicações. Talvez ficam meio assustados com a abrangência. Ainda tem muita gente que se assusta com o Espiritismo, pensando ser algo do mal e nem tem vontade de conhecer.


EspiritualMente - Qual sua avaliação sobre o trabalho e os meios de divulgação da Doutrina realizada pelo movimento espírita nos dias atuais?

Nilton - Sou um espírita à moda antiga, em razão da minha idade, 65 anos, e muita coisa mudou em relação ao movimento espírita. Vejo que estão dando interpretações diferentes as obras básicas, inclusive contrariando as obras de Divaldo P. Franco, Chico Xavier, Jacob Mello e outros, o que me assusta. Existem muitos dissidentes do modelo codificado de Espiritismo. O dia em que esse pessoal conseguir se organizar, teremos uma Doutrina paralela.


EspiritualMente - Sem dúvida, o gênero literário espírita é um dos maiores do mercado editorial brasileiro. Qual sua opinião a respeito da atual literatura espírita? Existe mais quantidade ou qualidade?

Nilton - Sinceramente, existe muita quantidade e pouca qualidade de literatura, parece que estamos enveredando para um comércio no sentido de arrecadar para sustentar um complexo. Temos em algumas regiões o "Clube do Livro", mas eles ficam nas prateleiras e não são lidos.


EspiritualMente - É difícil ser espírita nos agitados, estressantes e difíceis dias de hoje? Quais os maiores desafios?

Nilton - Acredito que um dos maiores desafios é nós mesmos espíritas. Existe muita disputa por ocupar cargo de destaque nas sociedades. Irmãos presidentes que tem uma postura dentro da Casa e, fora dela, muito diferente expõe a Doutrina. As Casas parecem elitizadas, não lemos mais obras básicas e, sim, apostilas que são mudadas seguidamente, com didática que os mais simples e humildes se sentem constrangidos de participar dos grupos de estudos. Perdemos a simplicidade.


EspiritualMente - Em meio a tantas crises, escândalos e crescimento da violência, quais suas perspectivas sobre a atualidade e o futuro do Brasil? Estamos no rumo certo?

Nilton - Todas estas tribulações são necessárias, inclusive a própria Codificação nos esclarece. Jesus mesmo disse que os escândalos seriam necessários. O Brasil está mudando e certamente será melhor. Acredito que as próximas eleições nos trarão boas perspectivas.


EspiritualMente - Você tem algum projeto ou objetivo a ser alcançado no trabalho espírita?

Nilton - Nós tentamos seguidamente nos melhorar e levar a melhora a quem podemos. É uma aprendizagem constante. Cada momento da vida nos faz questionar e vislumbrar rumos. Enquanto temos vida aqui, temos de reinventar.


EspiritualMente - Que mensagem você deixa para os visitantes, seguidores e colaboradores do nosso blog?

Nilton - A mensagem de que a vida é dinâmica e não podemos ficar parados esperando que as coisas aconteçam. Coloquemos nossas ideias em prática e tentemos mudar alguma coisa para melhor, mas sempre com base na Codificação.



*          *          *



O EspiritualMente agradece a Nilton Moreira pela gentileza em conceder esta entrevista repleta de reflexões e belas mensagens!






Um comentário:

  1. Adorei a entrevista. Bem esclarecedora e concordo com tudo que ele disse. Obrigada por me enviar. Um ano novo maravilhoso pra todos vcs e fiquem na Paz com Jesus.

    ResponderExcluir

Agradecemos pelo comentário!