sexta-feira, 11 de maio de 2018

Homenagem de Almir Paes ao Dia das Mães


Mamãe foi minha amiga, minha confidente, minha educadora.

Ela usou de benevolência e rigidez para me educar. Afinal, eu era uma criança diferenciada nas artes e nas travessuras.

Como eu sou muito calado, metido a resolver os meus problemas sozinho, foi ela quem me ajudou nos momentos mais difíceis da minha vida. Foram momentos que eu não tinha a quem recorrer para pedir ajuda.

Agora, quando estou em grandes dificuldades, quero procurá-la para me dar um abraço, para deitar no seu colo, mas sei que ela não está mais nesse mundo material. Aí, me dá uma saudade daquelas!

Mamãe, foi muito bom conviver contigo, aprender contigo, sonhar contigo... Eu te mando um abraço do tamanho da minha saudade!


Texto de Almir Paes no Blog EspiritualMente

Beijos do teu filho Almir Paes!

Feliz Dia das Mães... para as encarnadas e desencarnadas!


O Cronista da Alma no Blog EspiritualMente

Almir Paes
O Cronista da Alma


Deseja ler outros textos de Almir Paes? Então clique aqui: https://www.blogespiritualmente.com.br/search/label/Almir%20Paes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos pelo comentário!