sexta-feira, 24 de maio de 2019

Acredite em dias melhores


Texto de Nilton Moreira no Blog EspiritualMente

Procuramos dias melhores, que as coisas aconteçam sempre positivamente com um final feliz para todos que nos cerca, principalmente para aqueles que amamos. Para tanto, tem uma gama de pessoas que procuram nos locais religiosos, templos, igrejas e capelas, a harmonia desejada. Outros buscam ajuda em consultas com pessoas que propõem soluções rápidas e até mágicas. Tem ainda aquelas que vão a ambientes de relaxamento corporal para ali conseguir alívio para as tensões, enquanto que outras se dirigem a retiros espirituais e até se isolam do mundo por muito tempo em meditação profunda.

Tudo isso são medidas que realmente mexem com o psíquico e, de fato, podem trazer algum benefício, pois acima de tudo está nossa mente que tem o poder de fazer com que a matéria orgânica, que é o nosso corpo, produza substâncias que vão proporcionar uma melhora, desencadeando assim um bem-estar geral.

Nossa mente está mergulhada em ondas hertzianas e quando emitimos pensamentos bons, salutares, vibramos numa frequência onde encontra-se esse tipo de energia. É nesse ambiente invisível que também estão envoltos os Benfeitores Espirituais de maior elevação. São esses espíritos amigos que, quando permitimos em razão de nossa conduta entrarem em contato conosco, nos ajudam na feitura de melhores dias e na solução de nossos problemas.

Jesus nas suas exemplificações dizia que "pedi e obtereis, buscai e achareis". Devemos fazer tudo que é possível para nossa melhoria. E se empreendermos toda força possível para fazer merecer o que almejamos, realmente haverá mudanças.

Mas devemos considerar também que nem tudo que buscamos ou pedimos nos será concedido efetivamente, pois que Deus só permite que algo aconteça da maneira que queremos quando realmente merecemos ou se esse algo possibilitará nosso crescimento espiritual. Não raro, o que pedimos não é bom para nós ali adiante e como somos ainda imperfeitos perante o Criador, sempre desejamos que as coisas se processem da maneira mais cômoda e, geralmente, esta não é a visão que Ele tem para conosco.

Ao emitirmos bons pensamentos, adotarmos um estilo de vida comprometido com o comportamento mais correto possível, preocuparmo-nos com o próximo e sempre vivenciar a fé que demonstramos nas casas de orações, vamos canalizar energias necessárias que vão melhorar a saúde do nosso corpo físico e harmonizar nosso corpo astral, ocasionando agrado a Deus. A cada existência vamos compreendendo tudo isso e colocando em prática o que possibilita a evolução.

O Evangelho de Jesus não é um ensinamento que vamos absorver em uma única existência planetária. Vão se passar várias encarnações e o espírito vai sempre se deparar com as lições evangélicas e, aos poucos, através da prática no bem, vai ficando cada vez melhor. Se olharmos para o nosso passado, veremos que já progredimos muito moralmente e que hoje somos melhores. Já desenvolvemos a capacidade de não só traçarmos diretrizes para nossos filhos, como também dar a eles o exemplo das boas práticas. A modificação do comportamento moral é algo difícil de trabalhar, mas é algo que devemos perseguir e avançar. Quanto mais nos elevarmos nos ensinamentos espirituais, menos nos incomodarão as imperfeições materiais terrestres.

Energia a todos!

Nilton Moreira no Blog EspiritualMente
Nilton Moreira



Para ler outros artigos de Nilton Moreira, clique aqui!



3 comentários:

  1. Quando emitimos energia positiva sintonizamos com os bons espíritos que pululam no universo e deles recebemos as boas intuições para nós ajudar nas nossas idéias e ações. É uma questão de afinidade e sintonia. Se sintonizarmos energias densas, negativa, atrairemos espíritos menos esclarecidos que sintonizam na mesma frequência. Esse processo responde a Lei de Similitude : Semelhante atrai semelhante. É preciso, pois, assumir, perante a vida, uma postura cristã, em qualquer circunstância, em qualquer lugar que estejamos.Portsnto, a nossa companhia, tanto com encarnados como com desencarnados depende dos nossos pensamentos e ações.Parabens para Nilton pelo texto e pela relevância do tema.

    ResponderExcluir
  2. Excelente Crônica, e, pois, atualíssima.

    Ora, um dos mais antigos, mais atuais, e, pois, mais importante "Livro" de todos os tempos da humanidade terrena e extra-terrena preconiza:

    “Meus discípulos serão conhecidos por muito se amarem”. (Evangelho).

    E, mais especificamente, sobre o nosso pernicioso sentimento, sobre o nosso desamor, enfatizava – muitíssimo atual - o Mestre dos mestres:

    “... é do coração que partem os maus pensamentos, os homicídios, os adultérios, as fornicações, os furtos, os falsos testemunhos, as blasfêmias e as maledicências”. (Opus Cit.).

    O que indica, pois, nossa necessidade 'Reforma Íntima', reforma do nosso Coração, nosso Sentimento nefasto, em que, por ora, vamos nos esforçando e nos corrigindo pelo AMOR cristão, pelo AMOR divino, transmudando-nos, lentamente, para melhor.

    http://fernandorosembergpatrocinio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Lex, sed lex, dura Lex...é a verdade da Lei de Ação e Reação por detrás de todo o processo.Portanto melhor começar a sintonizar com a Lei Maior, a do Amor, através da Fraternidade e da Caridade, mas nunca esquecendo da Disciplina, pois sem ela nada funciona...

    ResponderExcluir

Agradecemos pelo comentário!