quinta-feira, 26 de setembro de 2019

Convite à contemplação



Nunca me sinto pobre ao contemplar as estrelas.

Nunca me sinto dono do latifúndio do céu.

Os astros não tem donos e, ao mesmo tempo, tem tantos donos. Pertencem a todos aqueles que se sentem poetas.

A noite é a grande mestra. É a grande dama do céu. É conselheira. É sedutora. É sobretudo mágica.

Quando for olhar as estrelas, reflita com elas, contemple-as e relaxe, como quem se deixa levar pelo sentimento e pelo relativo abandono do contexto e ritmo da vida. 

Se esqueça um pouco de si.


Almir Paes
O Cronista da Alma




Para ler outros textos de Almir, basta clicar aqui!





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos pelo comentário!