quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Cirurgia astral

Artigo de Nilton Moreira no Blog EspiritualMente

Muitos acreditam que uma cura por cirurgia astral ou operação espiritual é milagre. Claro que, dependendo da crença de cada um, pode até ser chamado de milagre, pois existem pessoas que não entendem como tal pode acontecer.

Mas acima de tudo, está a medicina convencional, pois é esta ciência que representa na Terra as providências para que a melhora do mal que atinge o corpo físico se restitua. 

Sempre digo que o médico é o representante mais direto dos desígnios de Deus na Terra no que concerne aos males do corpo.

As chamadas cirurgias astrais ou curas espirituais são uma realidade, até porque esta prática foi muito utilizada por Jesus quando aqui esteve conosco e continuou sendo praticada por curandeiros, benzedores, sábios, magos, isto em vários povos. Os índios praticavam com muita frequência este ritual.

Com o tempo, tal procedimento passou a ser realizado através das religiões, com mais ênfase naquelas que mantém relações com o mundo espiritual, onde o doente recebe melhoras e, em certas ocasiões, fica curado. Algumas crenças até praticam cirurgias astrais à distância, onde o paciente fica em casa, recolhido por alguns momentos, enquanto que em determinado local, um grupo de religiosos se dedica à meditação e irradiação.

A cirurgia é plenamente admissível, pois que as pessoas que buscam tal recurso apenas estão praticando um ato de mudança de comportamento, já que a moléstia adquirida foi em razão da própria irresponsabilidade do doente, isto porque adoeceu em razão de ter desviado a mente do caminho reto.

Quando o paciente resolve submeter-se a cirurgia astral, a mente é revestida de fé, de bons pensamentos, de humildade e a sua aura passa a ficar mais brilhante, energizada, e isso possibilita que as entidades ligadas à espiritualidade maior possam praticar melhorias no organismo fluídico do doente, que vai repercutir no corpo denso, restaurando o que fora estragado anteriormente pela invigilância dele próprio.

É evidente que muitas moléstias que contraímos não podem ser curadas, pois fazem parte de resgates de outras vidas, cuja anomalia aconteceu em razão de excessos que praticamos no passado como, por exemplo, abuso do álcool e desencarne decorrente de cirrose. Certamente, numa próxima existência, reencarnaremos com problemas hepáticos.

É importante que, ao sentirmos algum mal-estar, procuremos a medicina convencional e sigamos à risca a prescrição médica. E, ao optarmos pela cirurgia astral, não paremos este tratamento, pois que se estamos vivendo na vida material, é necessário submetermos ao que faz parte daqui.

Também é importante que, ao melhorarmos, mudemos nosso comportamento e hábitos, deixando de incorrer nos mesmos erros. Lembremo-nos de Jesus quando disse: "Olha que já estais curado, não peques mais, para que não te suceda coisa pior!".

Pensemos nisso!

Nilton Moreira no Blog EspiritualMente
Nilton Moreira



Para ler outros textos de Nilton Moreira, clique aqui!


Um comentário:

  1. Excelente!!! prezado espiritista Nilton Moreira!!!

    Fizera recordar minha santa mãezinha que, com raminhos de plantas benzia e curava os mais diversos males tais como: cobreiro, vento virado, mal olhado, e etc. etc., males que, aliás, a medicina oficial até desconhece.

    A Medicina do Astral é fato! É realidade incontestável!

    Dias atrás mesmo, com problemas de estômago, muitas dores na região abdominal, e quem me aplicara passes e me curara? Médiuns bem intencionados, trabalhados leais de Cristo Jesus!

    E, portanto, mui grato a todos os que trabalham por este importante site cibernético:

    COM DEUS E COM JESUS!!!

    Fernando Rosemberg Patrocinio

    ResponderExcluir

Agradecemos pelo comentário!